7 Min para ler

Vender ou arrendar casa, qual a melhor opção?

Por:
Vender ou arrendar casa, qual a melhor opção?

Vender ou arrendar casa é a questão mais feita por quem quer mudar para outro imóvel e não sabe o que fazer ao antigo. Apresentamos-lhe os prós e os contras de cada uma das opções e explicamos-lhe como o mercado imobiliário está a mudar.


Segundo a Confidencial Imobiliário, a única fonte em Portugal com dados estatísticos sobre preços de transação e contratos de arrendamento de imóveis residenciais, as rendas em Lisboa desceram 16,8%, regressando aos níveis de 2017. Pelo contrário, o preço de venda das casas em Portugal Continental, cresceu 2,6% entre fevereiro de 2020 e fevereiro de 2021, período em que o mundo assinala um ano de pandemia.

A pandemia veio modificar as tendências, e a população passou de querer casas nos centros da cidade, para valorizar sítios mais tranquilos, com uma maior qualidade dos espaços habitacionais, tanto no interior como no exterior. O teletrabalho fez disparar a procura por moradias e apartamentos com mais assoalhadas e um espaço exterior. Mesmo aqueles que não podem mudar da cidade para o campo, ou para os subúrbios, valorizam comprar uma casa com varanda. Isto pode ser um fator importante a ter em consideração para perceber quem estará interessado em alugar ou vender a sua casa.

Vamos por partes… O primeiro passo a dar, é fazer um diagnóstico e delinear objetivos. Deve questionar-se sobre a urgência que tem em vender a casa, se tem conhecimento sobre os impostos que terá de pagar aquando da venda ou do arrendamento, se conhece o valor real e atual do imóvel no mercado e não aquele que acha que é o valor dele. Existem muitas questões a serem colocadas e ponderadas.

Arrendar a casa

Arrendar a casa também tem deveres. Ainda que as rendas estejam mais baixas, é importante não esquecer que existem outros fatores a ter em consideração.

O arrendamento de um imóvel envolve, sempre, a celebração de um contrato entre o senhorio e o inquilino. Esse contrato deve ser comunicado à Autoridade Tributária e estar e conformidade com as regras do Código Civil e do Novo Arrendamento Urbano (NRAU). Tem ainda de ter o certificado energético, é um documento obrigatório! Este certificado comprova o grau de desempenho energético do imóvel e deve ser requerido junto da Agência para a Energia (ADENE). Para isso, terá de entregar a cópia da planta do imóvel, a caderneta predial urbana, a certidão de registo e a ficha técnica da habitação.

Enquanto futuro senhorio, terá que suportar os impostos, os custos associados a um crédito habitação, seguros, condomínio, o valor da renda, quantas rendas adiantadas vai pedir como caução, e como escolher os futuros inquilinos, para ter a certeza de que deixa o imóvel em boas mãos.

O arrendamento tem vantagens, como a independência financeira, a constituição de património, pago pelos inquilinos, a possibilidade de uma fonte de rendimento para pagar um crédito à habitação e, no caso de uma crise económica ou dificuldades económicas, pode rentabilizar as suas economias com o arrendamento do imóvel. 

Contudo, é importante sublinhar que existem desvantagens, como o pagamento de condomínio, impostos e outras taxas municipais que, por lei, estão a cargo do proprietário e não do inquilino, a responsabilidade na manutenção do imóvel e reparação de avarias e claro, a procura de inquilinos.

Para evitar os dissabores, reflita sobre cada clausula do contrato de modo a proteger o seu património, pode ainda acordar com o inquilino datas para visitar a casa, de forma a garantir que, no final do contrato, o imóvel está em boas condições.

Vender a casa

Vender uma casa também tem os seus custos, de tempo e dinheiro. Irá precisar de apresentar a sua identificação, a Certidão Permanente de Registo Predial, Caderneta Predial, a Licença de Utilização, Escritura, Planta do imóvel emitida pela empresa construtora ou pela Câmara Municipal, o Certificado Energético e a Ficha Técnica da Habitação. A lista parece interminável, mas não se esqueça que, se decidir escolhe rum Consultor Imobiliário para representar o imóvel, este poderá auxilia-lo na obtenção dos documentos.

Existem vantagens na venda de uma casa como o retorno financeiro imediato que pode ter se o seu imóvel tiver qualidade e for bem localizado. Por outro lado, vender uma casa é sinónimo de pagamento de impostos, pois o valor da venda está sujeito a taxas.  

Não se esqueça que vender um imóvel é um processo que requer esforço, sabedoria e alguns cuidados. É moroso e pode chegar a ser exaustivo. Existem erros na venda do imóvel que devem ser evitados: querer vender apenas o imóvel, desvalorizar o seu aspecto e por isso, acabar por perder uma oportunidade de valorização do imóvel, querer vender o imóvel com um valor desajustado do mercado, escolher mais do que uma agência ou vender o imóvel sozinho ou desvalorizar o mercado estrangeiro.

Apesar da pandemia, Portugal continua a ser um país atractivo para investimento pós-pandemia, inclusive, Lisboa foi considerada uma das cidades com potencial médio de investimento. Por isso, a aposta no digital, como visitas virtuais, não devem ser postas de lado.

“Quanto vale a minha casa?”

Antes de decidir se quer vender ou arrendar a sua casa, peça um estudo de preço e saiba qual o preço do metro quadrado na sua zona. A keezag, em parceria com a Confidencial Imobiliário, disponibiliza de forma gratuita essas informações para que possa ter todos os dados na hora da decisão.

Encontre o Consultor Imobiliário ideal

E  se pudesse encontrar o Consultor ideal de forma gratuita, rápida e sem sair de casa?

Tendemos a minimizar a dificuldade associada à venda ou arrendamento de um imóvel, afinal, se já vendemos um automóvel, um tablet, ou um frigorífico, vender uma casa não será tão diferente… mas é! A negociação é mais complexa. A decisão do comprador não é tomada de ânimo leve e a questão da confiança é fundamental, assim como o tempo necessário para a venda ou arrendamento, e ainda o nível de conhecimento e envolvência no mercado. Tanto para vender como para arrendar, é importante ter um Consultor Imobiliário que ajude no processo.

A keezag é a primeira plataforma online portuguesa que coloca Proprietários em contacto com Consultores Imobiliários, de várias agências, de forma gratuita. Basta colocar o seu imóvel na plataforma e irá receber várias propostas de Consultores Imobiliários especialistas na zona, que têm interesse em representar o seu imóvel.  As propostas incluem o tempo de exclusividade, a comissão, os serviços sugeridos, e ainda a classificação que o Consultor tem na plataforma, obtida através da sua atividade e feedback de outros Proprietários. Na keezag, os Consultores Imobiliários pagam para trabalhar consigo, é uma forma de mostrar o compromisso e dedicação na venda do imóvel. Só tem de escolher o Consultor ideal, sem qualquer custo e sem sair de casa. Este pagará o serviço à keezag para que possas começar a trabalhar juntos.  Simples, rápido e seguro.

Ouça o episódio keeTalks com o José Almeida, Director Comercial e de Marketing da Confidencial Imobiliário:

Saiba mais sobre como encontrar o Consultor Imobiliário ideal, AQUI. 
Caso tenha dúvidas, fale com um dos nossos Gestores de Conta. 🔑

 

 

Partilhar:

Deixe seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *